Sons que adoro

Existem sons equivalentes a antídotos poderosos
e suas sinapses são mais que bem vindas.

      Quem desejar uma explicação mais profunda sobre o que é “sinapse” pode usar o Google. Para mim interessa o aspecto emocional desse assunto. Sim! Somos seres essencialmente emocionais/sensoriais e disso ninguém escapa!
Emoções e sensações produzem um número sem fim de resultados que afetam cada ser humano de maneiras particulares. Eu e você podemos sentir prazer comendo o mesmo doce, mas nossas sensações e emoções com essa experiência jamais serão iguais. É assim para todas as emoções/sensações, prazerosas ou não.
Tato, audição, olfato, paladar e visão são capacidades que nos possibilitam lidar e interagir com o mundo exterior e todas produzem emoções e sensações. É assim que funciona. Existe uma capacidade extra, mas isso é assunto para uma outra postagem…

sinapse menor
As experiências vividas através dessas cinco capacidades produzem emoções e sensações que, por sua vez, geram memórias. Cada memória produz um gatilho cerebral que, por sua vez, gera uma frequência vibratória cujos efeitos podem ser benéficos ou destrutivos.

Então precisamos mesmo tomar muito cuidado com nossas ações e reações para que nossas capacidades (cinco sentidos) produzam gatilhos (sinapses) úteis ao nosso bem estar. Lógico, não?!

Tenho uma ótima audição e o som me afeta profundamente. Qualquer som. Volume alto ou baixo, distante ou perto, harmonioso ou não, etc. E existem aqueles que me são tremendamente benéficos, úteis e prazerosos. Abaixo uma lista com alguns deles. Talvez possam ser benéficos para você também, quem sabe?! Vale a reflexão.

Sons que Adoro
⇒ o craquelar de galhos e folhas secas numa trilha na floresta quando pisados devagar;
o crepitar do fogo em um ritual ou no fogão a lenha;
⇒ o canto de passarinhos ao amanhecer;
um arroto reconfortante;
o ronronar dos felinos;
⇒ um ovo fritando;
o cri-cri-cri dos insetos noite adentro;
⇒ uma chuva intensa caindo na grama;
um peido libertador;
a rolha saindo da garrafa de vinho;
o som do computador ao iniciar;
o riso de um amigo quando você tenta animá-lo;
o quebrar da cara de pau daquele imbecil que tentou te prejudicar;
o lacre da latinha de cerveja sendo liberado;
as trovoadas de uma tempestade;
músicas do Elvis Presley e rock’n’roll dos anos 80 ;
heavy metal tipo Black Sabbath ou Motörhead;
dance music e Dubstep;
mantras indianos, tigelas Tibetanas e cantigas de candomblé;
algumas músicas clássicas e outras instrumentais;
o ronco do meu marido…

São muitos sons que servem para incrementar o nosso bem estar. Não importa o tipo. O que importa é a afinidade e o foco, o nosso Bem. Use-os e receba benefícios com o mínimo de esforço. Basta percebê-los uma única vez. O resto do serviço as sinapses dão conta sozinhas, automaticamente!

Para saber um pouco mais sobre os poderes do Som, com foco nas Tigelas Tibetanas, assista o vídeo abaixo:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.