Os Maus e Seus Pruridos

Confortavelmente em Portugal, o patético Gilmar Mendes destila seus venenos aguados.

STF desfere nova tentativa de golpe contra o Governo eleito por mais de 57 milhões de brasileiros. Dessa vez pela psicopática figura do “boca frouxa” (em todos os sentidos) Gilmar Mendes.
Se houvesse outra maneira de me referir a essas figuras malignas eu não sentiria tanto asco ao escrever seus nomes, mas…
Já estava sentindo as coisas muito paradas, mornas e então surge um dos ícones da raça vermelhinha tupiniquim para mais uma rodada de maledicências. Tentando colocar as FFAA contra o Presidente da República Jair Bolsonaro, insinuando que este é genocida e que está envolvendo as forças em seus desmandos no setor da saúde.
Ora criatura! Seu argumento põe abaixo suas insinuações! Foi o próprio STF que tirou o poder do Presidente Jair Messias Bolsonaro de gerenciar as coisas referentes à pandemia covid19, afirmando que eram os governadores os responsáveis e que o Presidente Jair Messias Bolsonaro não tinha direito de interferir na autonomia dos estados e mais um amontoado desse blá-blá-blá emproado que vocês gostam de usar.
Adepto da lacração via “lives” e redes sociais, a criatura acusa, insinua e ANULA tudo que disse em uma única aparição!!! Tenho dó da atmosfera de Portugal, sendo poluída de forma tão violenta pelos respiros de ódio e temor desse ser! Só mesmo o medo para justificar uma aparição tão canhestra!
Perfeitamente as FFAA não lhe dão ouvidos além do justo e necessário. Existem meios ideais para lidar com mais essa baixaria inócua e ridícula! E serão usados, com maestria e justiça, tenho certeza! Podem continuar tentando, aqui não passarão!

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e os comandantes das três Forças, Edson Pujol (Exército), Ilques Barbosa (Marinha) e Antonio Carlos Moretti (Aeronáutica) divulgaram no início da tarde desta segunda-feira (13) uma nota de repúdio contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes em razão de sua declaração no sábado (11) de que os militares coadunam com “genocídio” na pandemia do novo coronavirus.
“Comentários dessa natureza, completamente afastados dos fatos, causam indignação. Trata-se de uma acusação grave, além de infundada, irresponsável e sobretudo leviana. O ataque gratuito a instituições de Estado não fortalece a Democracia”, diz a nota. Além disso, o documento afirma que “genocídio é definido por lei como ‘a intenção de destruir, no todo ou em parte, grupo nacional, étnico, racial ou religioso’ (Lei nº 2.889/1956)”.
“Trata-se de um crime gravíssimo, tanto no âmbito nacional, como na justiça internacional, o que, naturalmente, é de pleno conhecimento de um jurista. Na atual pandemia, as Forças Armadas, incluindo a Marinha, o Exército e a Força Aérea, estão completamente empenhadas justamente em preservar vidas. Informamos que o MD [Ministério da Defesa] encaminhará representação ao Procurador-Geral da República (PGR) para a adoção das medidas cabíveis”, finaliza a nota.

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno e o vice-presidente Hamilton Mourão reiteraram nesta segunda-feira (13/07/2020), a nota do Ministério da Defesa contra Gilmar Mendes. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) atacou o Exército Brasileiro afirmando durante live da revista IstoÉ, que a entidade “está se associando a um genocídio”.
“O Ministério da Defesa já publicou uma nota a respeito, sem citar nomes. A nota é muito esclarecedora”, afirmou Heleno. “A nota é o bastante”, emendou.
“O Ministério da Defesa já se pronunciou”, limitou-se a responder Mourão à CNN.
Fonte: Gazeta Brazilhttps://gazetabrasil.com.br/politica/heleno-e-mourao-reiteram-nota-do-ministerio-da-defesa-contra-gilmar/

Na minha humilde visão das baixarias da política tupiniquim, essa narrativa criada por quem só Deus sabe e veiculada pelo boca rota é uma baita cortina de fumaça. O objetivo é criar um rebuliço ao redor das “palavras mal escolhidas” para então tirar o foco de várias feridas mais gritantes e um tanto de outras nem tão aparentes assim, mas tão atreladas quanto. Desviar a atenção das denúncias contra Tofolli, desviar as atenções do inquérito inconstitucional das fake news, desviar as atenções das investigações envolvendo integrantes do MBL, desviar as atenções a respeito dos interesses escusos do “centrão” ao forçar nomes para ocupar o cargo de Ministro da Saúde, desviar as atenções dos esquemas milionários de corrupção e desvio de verbas para o combate ao Covid-19 no Rio de Janeiro, São Paulo e outros mais… Desviar, desviar, desviar…
Tem muita imundice envolvida. Nós, cidadãos do Bem, somos capazes de mensurar apenas a milésima parte desse esquema sórdido. O Presidente Jair Messias Bolsonaro, sua Equipe de Governo, as FFAA e nós estamos enfrentando uma guerra cruel, intensa, medonha, mundial. Resta-nos orar e vigiar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.